ENS
  • Palestra com o Prof./Pesq. Bruno Molle – IRSTEA/França

    Publicado em 18/10/2019 às 9:21

    Neste dia 18 de outubro o Departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental recebe a visita do Prof./Pesquisador Bruno Molle do IRSTEA/França (antigo CEMAGREF).

    Aproveitando a ocasião, haverá uma palestra com o Prof. Molle na Sala da PPGEA, às 10:00.

    Estão todos convidados.

     


  • LABTOX, PERTENCENTE AO DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA SANITÁRIA E AMBIENTAL DA UFSC É HOMENAGEADO PELA CÂMARA DE VEREADORES DE FLORIANÓPOLIS ( Lei nº 10.631, de 09 de outubro de 2019)

    Publicado em 15/10/2019 às 9:45

    A nanotecnologia figura como um dos eixos do Plano de Desenvolvimento de Florianópolis – PEDEM. Uma das metas discutidas no âmbito do eixo nanotecnologia e matérias inovadores, foi a criação do dia Municipal da Nanotecnologia. Neste contexto o projeto de lei aprovado pela Câmara de Vereadores de Florianópolis criou o dia Municipal da Nanotecnologia, 1º de Março, homenageando o Laboratório de Toxicologia Ambiental – LABTOX da UFSC, pelas pesquisas desenvolvidas e formação de recursos humanos de alto nível no contexto da nanotecnologia e nanotoxicologia. O LABTOX foi criado em 1º de março de 1997 pelo Prof. William Gerson Matias, sendo o supervisor do laboratório desde então. Desde sua criação, já foram concluídas 32 dissertações de mestrado, 12 teses de doutorado e mais de 50 artigos científicos publicados em revistas internacionais. Destes números, destacam-se 8 dissertações de mestrado, 4 teses de doutorado e cerca de 21 artigos relacionados ao campo da nanotecnologia. Esta homenagem é também para todos os alunos/pesquisadores que contribuíram com o desenvolvimento do LABTOX realizando pesquisas de alto nível.

    A nanotecnologia é uma ciência interdisciplinar que lida com o desenvolvimento de materiais em nanoescala (entre 1 e 100 nanômetros) com alteração em alguma de suas propriedades (ISO, 2005). A interdisciplinaridade da nanotecnologia envolve conhecimentos em física, biologia, matemática, engenharias, ciências de materiais, entre outras. Essa ciência tem sido mais explorada nos últimos anos principalmente devido aos avanços tecnológicos, como dos microscópicos de alta resolução e dos processos químicos capazes de rearranjar e moldar átomos e moléculas. A criação de materiais com características diferenciadas àqueles encontrados na natureza confere à nanotecnologia uma ampla possibilidade de aplicações industriais. Por outro lado, existem poucos estudos sobre os possíveis efeitos toxicológicos dos nanomateriais quando comparados ao seu estado macroscópico. Dessa maneira, surge o campo da nanotoxicologia, termo utilizado a partir de meados dos anos 2000.

    O desenvolvimento seguro das nanotecnologias tem impactos benéficos em nível científico, tecnológico, social, ambiental e econômico. Neste contexto, o LABTOX foi o primeiro a promover estudos toxicológicos sobre nanoestruturas (nanotoxicologia) no Estado de Santa Catarina e um dos primeiros no Brasil.


  • GESAD convida para Ciclo de Palestras

    Publicado em 08/10/2019 às 8:51


  • Projeto de extensão do ENS/UFSC sobre diagnóstico socioambiental em São Francisco do Sul tem a sua primeira atuação em campo

    Publicado em 08/10/2019 às 8:48

    Nos dias 02 e 03 de outubro de 2019 a equipe do projeto “Diagnóstico Socioambiental para a criação de uma unidade de conservação na Vila da Glória, São Francisco do Sul- SC”, coordenado pelo professor Rodrigo de Almeida Mohedano do ENS/UFSC, com apoio do NEAmb, esteve em sua primeira atividade em campo, marcando o início do projeto junto à comunidade local. Este momento foi idealizado para o reconhecimento do território da Vila da Glória, com o intuito de identificar caminhos de acesso às áreas de mata, trilhas e pontos de apoio, bem como conhecer lideranças comunitárias da Vila. O apoio da Secretaria de Meio Ambiente de São Francisco do Sul foi fundamental neste momento de aproximação com a comunidade e seu território.

    Os membros que estiveram em campo, incluindo os professores da UFSC Orlando Ferretti e João Rocha Gré (Geografia e Geologia), também participaram de um evento promovido pela Prefeitura deste município, onde foram apresentados para a comunidade local pelo prefeito, o senhor Renato Gama Lobo acompanhado pelo secretário de meio ambiente, o senhor Gabriel Daniel Conorath.

    O projeto terá duração de um ano, e conta com a participação de cerca de 30 pessoas, entre discentes e docentes da UFSC, que compõem as seguintes áreas de estudo: educação ambiental e governança, socioantropologia, fauna, flora, geologia e geomorfologia, caracterização geográfica e levantamento fundiário, hidrologia. Espera-se que o projeto possa colaborar com o desenvolvimento sustentável da região, preservando e integrando os belíssimos ecossistemas costeiros da Vila ao crescimento econômico, tão necessário àquela comunidade.

    http://www.saofranciscodosul.sc.gov.br/noticia/7063#.XZtIEahKjIV


  • Celebração dos 15 anos do GESAD

    Publicado em 04/10/2019 às 9:55

    Neste dia 04 de outubro celebra-se os 15 anos da criação e atuação do Grupo de Estudos em Saneamento Descentralizado (GESAD), idealizado no ano de 2004 pelo professor Luiz Sérgio Philippi e, atualmente, supervisionado pelo professor Pablo Heleno Sezerino.

    Com o objetivo de disseminar o conhecimento e as experiências relativas aos diferentes sistemas descentralizados de tratamento de esgoto, com o foco principal na ecotecnologia dos Wetlands Construídos, o grupo contribui na formação de graduandos por meio de ações de pesquisa e extensão, bem como de pós-graduandos em níveis de mestrado, doutorado e pós-doutorado. Mais recentemente, o GESAD está atuando também na gestão do saneamento, notadamente relacionado à dimensão esgotamento sanitário.

    Ao longo desta trajetória, foram publicados 26 artigos em revistas nacionais e internacionais, 5 teses de doutorado, 23 dissertações de mestrado e 35 trabalhos de conclusão de curso, além de mais de 3 dezenas de trabalhos técnicos/científicos em congressos e, atualmente, estão em andamento 2 projetos de pesquisa e extensão, 2 trabalhos de conclusão de curso, 2 de mestrado, 4 de doutorado e 1 de pós-doutorado. Destaca-se, também, a atuação de membros do GESAD no Conselho Municipal de Saneamento de Florianópolis e na Câmara Técnica de Saneamento do Conselho Estadual de Meio Ambiente de SC.

    Os pesquisadores do GESAD sentem-se orgulhosos por toda esta trajetória, e reforçam seu comprometimento na busca pelo saneamento acessível e de qualidade para todos.


  • Atleta do ENS é tricampeão brasileiro universitário

    Publicado em 20/09/2019 às 11:37

    O Departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental da Universidade Federal de Santa Catarina tem a honra de parabenizar seu discente Jonatan Chaves Rodrigues pela sua mais recente e notável conquista: o tricampeonato das provas de 100 e 200 metros rasos de atletismo nos Jogos Universitários Brasileiros (Jubs) – realizados em 12 de setembro, Fortaleza (CE) – repetindo os feitos de 2015 e 2017.

    Conforme notícia amplamente divulgada pela UFSC, a vitoriosa carreira de Jonatan conta com a conquista do campeonato sul-americano universitário em 2016 e à representação do Brasil na Universíade de Verão, competição internacional realizada em Napoli, na Itália, de 3 a 14 de julho de 2019. Jonatan é também campeão brasileiro Sub23 em 2017, 5º lugar no Troféu Brasil 2018 e atualmente 3º colocado no Ranking Brasileiro de Atletismo na prova de 100 metros, além de ter sido convocado para o Grand Prix Brasil de Atletismo, realizado em abril deste ano.

    Que muitas outras conquistas e realizações se somem a essas!


  • Prêmio Capes de Tese 2019

    Publicado em 09/09/2019 às 10:55

    Quatro doutores da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) foram vencedores do Prêmio Capes de Tese 2019, que seleciona anualmente a melhor tese para cada uma das 49 Áreas do Conhecimento  reconhecidas no país.

    Para a 14ª edição do Prêmio, foram selecionadas teses defendidas em 2018, considerando a análise das comissões avaliadoras de cada área, a partir de critérios como originalidade do trabalho e sua relevância para o desenvolvimento científico, tecnológico, cultural, social e de inovação.

    Os vencedores desta edição com vínculo com a UFSC foram, na Área de Direito, Kamila Guimarães de Moraes, vinculada ao Programa de Pós-Graduação em Direito (PPDG), orientada por José Rubens Morato Leite e coorientada por Melissa Ely Melo; na Área de Enfermagem, Camila Rosalia Antunes Baccin, doutora pelo Programa de Pós-Graduação em Enfermagem (PPGEnf) e orientada por Grace Teresinha Marcon Dal Sasso; na Área de Engenharias I (Engenharia Ambiental), premiou Dámaris Núñez Gómez, do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Ambiental (PPGEA), orientada por María Ángeles Lobo Recio e com coorientação de Flávio Rubens Lapolli; e o quarto agraciado foi Gustavo Meneghetti, doutor pelo Programa de Pós-Graduação em Serviço Social (PPGSS) e orientado por Simone Sobral Sampaio.

    A cerimônia do Prêmio Capes de Tese 2019, organizada pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), está prevista para o dia 12 de dezembro, em Brasília. Além dos autores das teses selecionadas, são também premiados seus orientadores, coorientadores e o Programa de Pós-Graduação no qual foi defendido o trabalho. A lista completa de vencedores está disponível aqui.

    Vencedores concorrem ao Grande Prêmio Capes

    Os 49 premiados ainda concorrem ao Grande Prêmio Capes de Tese, que seleciona um vencedor para cada um dos seguintes colégios de avaliação: Humanidades, Ciências da Vida e Ciências Exatas, Tecnológicas e Multidisciplinar. As teses vencedores do Grande Prêmio serão conhecidas em novembro.

    UFSC também é agraciada com menções honrosas

    Além de premiar a melhor tese em cada Área, o Prêmio Capes de Tese pode agraciar até dois trabalhos em cada Área do conhecimento com uma Menção Honrosa. Nesta edição, a UFSC recebeu quatro menções honrosas.

    Os pesquisadores selecionados foram Argus Cezar da Rocha Neto (Biotecnologia e Biociências); Andreza Martins (Interdisciplinar em Ciências Humanas); Daniela Barbieri Hauschild (Nutrição); e Moisés Angel Poli (Aquicultura).

     

    Gabriel Martins/Agecom/UFSC

    Link: https://noticias.ufsc.br/2019/09/quatro-pesquisadores-da-ufsc-estao-entre-os-vencedores-do-premio-capes-de-tese-2019/

     


  • Comemoração de 20 anos de formados – 1999-1

    Publicado em 26/08/2019 às 8:37

    Engenheiros(as) Sanitaristas comemoram 20 anos de formados e reforçam a importância da UFSC em suas trajetórias profissionais.


  • Posse da nova diretoria da ACESA

    Publicado em 22/08/2019 às 9:15

    Professores do ENS/UFSC prestigiam a cerimônia de posse da nova diretoria da Associação Catarinense de Engenheiros Sanitaristas e Ambientais (ACESA). A cerimônia foi realizada no Auditório do CIOM, da CASAN, na noite desta terça-feira, 20, prestigiando assim a Companhia que abriga 61 engenheiros sanitaristas e ambientais em seu quadro funcional.

    O novo presidente, Vinicius Ragghianti, vai dirigir a ACESA pelos próximos dois anos. Profissional reconhecido no setor, graduado no curso de Engenharia Sanitária e Ambiental da UFSC, o novo presidente ressaltou que a ACESA estará empenhada em colaborar de maneira proativa com o Estado e municípios para impulsionar o saneamento em Santa Catarina. “Somos um Estado que exporta engenheiros e cérebros capacitados, mas deixa de fazer a lição de casa. Ainda amargamos posições indesejáveis no ranking de cobertura de esgotamento sanitário apesar de ostentarmos índices de desenvolvimento humano acima da média nacional”, comparou.

    Em sua fala, a presidente da CASAN, a engenheira sanitarista e ambiental Roberta Maas, também formada pela UFSC, disse perceber no dia a dia “que, infelizmente, nem todos enxergam o verdadeiro valor do saneamento e dos profissionais do setor”, e que é importante aproximar a Companhia dos engenheiros sanitaristas e ambientais.

    O prof. Paulo Belli, Chefe do Departamento Engenharia Sanitária e Ambiental da UFSC, ofereceu apoio da universidade à ACESA,  ressaltando também o histórico da universidade no engajamento das questões relacionadas aos profissionais. O prof. reforçou que o momento é de transformação dos  futuros profissionais, e que é importante a união de todos os setores para os desafios presentes. Os professores Maurício Sens, Rodrigo Mohedano e Pablo Sezerino também estavam presentes e representaram o curso de Engenharia Sanitária e Ambiental da UFSC.

    A diretoria da ACESA é formada pelos engenheiros:

    Presidente: Vinicius Ragghianti

    Vice-presidente: Fernanda Vanhoni

    Secretária: Juliana do Carmo

    Vice-secretária: Stefania Hofmann

    Tesoureiro: João Henrique Pereira

    Vice-tesoureiro: Mateus Reis

    Diretora de Comunicação: Fabiane Tasca Goerl

     

    Mais fotos e informações em:
    https://www.facebook.com/pg/sc.acesa/photos/?tab=album&album_id=2514874401912315

     


  • Em funcionamento o Laboratório Integrador de Projetos Professor Jairo Ambrozini

    Publicado em 22/08/2019 às 9:02

    A última sexta feira (16/08) marcou o início das atividades do Laboratório Integrador de Projetos Professor Jairo Ambrozini, espaço destinado ao apoio às disciplinas por meio da utilização de programas computacionais relacionados à área da Engenharia Sanitária e Ambiental.

    O Laboratório possui um espaço para comportar 24 alunos, no momento com 15 desktops e aproximadamente 30 softwares instalados em cada. Tais softwares poderão ser utilizados em diversas disciplinas de graduação e pós-graduação com o objetivo de flexibilizar, atualizar, modernizar e garantir a qualidade de ensino, assim como familiarizar os estudantes com as ferramentas disponíveis na sua área de atuação.

    O ato contou com a presença do prof. Sérgio Peters, Vice-Diretor do Centro Tecnológico; do prof. Paulo Belli Filho, Chefe do Departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental; professores e técnicos administrativos do Departamento, e alunos de graduação em Engenharia Sanitária e Ambiental.

    Na ocasião, ainda, foi realizada pela Engenheira Amanda Kempt Schroeder uma simulação demonstrativa de software para o apoio ao dimensionamento de rede de esgoto sanitário, sendo esta uma das inúmeras atividades que poderão ser conduzidas no laboratório.